Quinta-feira, 23 de outubro de 2014 17:38

A história da FATEC-SP teve início no dia 15 de janeiro de 1968, quando o então Governador do Estado de São Paulo, Dr. Roberto Costa de Abreu Sodré, constituiu um grupo de trabalho "que estudaria a viabilidade de implantação gradativa de uma rede de cursos superiores de tecnologia com duração de dois a três anos".
   A aula inaugural foi proferida em fevereiro de 1970 pelo Governador do Estado de São Paulo. Os cursos superiores de tecnologia estavam sob jurisdição do Centro Estadual de Educação Tecnológica de São Paulo, entidade autárquica criada em 06 de outubro de 1969. Em 20 de abril de 1970, o Conselho Estadual de Educação aprovou a instalação e o funcionamento do Centro Estadual de Educação Tecnológica de São Paulo com os cursos: Construção Civil, nas modalidades Movimento de Terra e Pavimentação, Obras Hidráulicas e Edifícios; Mecânica, nas modalidades Desenhista Projetista e Oficinas. Em 31 de janeiro de 1980, a denominação da modalidade "Oficinas" foi alterada para "Processos de Produção"; em 16 de junho de 1986, a modalidade "Desenhista Projetista" foi alterada para "Projetos".

   Em 1973, o Centro Estadual de Educação Tecnológica passou a denominar-se Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza.
   Em 10 de abril de 1973, foi criada a Faculdadede Tecnologia de São Paulo (FATEC-SP); em 02 de junho de 1974, foi aprovado o funcionamento do Curso de Processamento de Dados, o qual foi autorizado em 21 de agosto do mesmo ano.   Em 30 de janeiro de 1976, foi criada a Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), sendo o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza transformado em autarquia de regime especial, associada e vinculada à Universidade.
   Em 23 de agosto de 1977, foi aprovada a implantação do Curso Superior de Tecnologia em Soldagem. Essa denominação foi alterada em 07 de maio de 1985 para Curso Superior de Tecnologia Mecânica, modalidade Soldagem.
   Em 28 de novembro de 1986, criou-se o Curso Superior de Tecnologia Mecânica, modalidade Mecânica de Precisão, em 03 de setembro de 1991, foi criado o Curso Superior de Tecnologia em Materiais, Processos e Componentes Eletrônicos, e em 30 de setembro de 1991, o Curso Superior de Tecnologia em Automação de Escritórios e Secretariado foi criado. No ano de 2008, iniciaram-se as aulas no curso Superior de Tecnologia em Materiais e no curso Superior de Turismo e Hospitalidade.

   Os cursos da FATEC-SP já colocaram no mercado de trabalho mais de 20.000 Tecnólogos, profissionais de nível superior cuja formação abrange uma extensa gama de conhecimentos científicos, humanísticos e tecnológicos, graças à composição de currículos que respondem ao desenvolvimento tecnológico e econômico, adequando-se às demandas sociais de bens e serviços. É política institucional o contato permanente com os setores produtivos desses bens e serviços, ensejando projetos em parceria e garantindo a necessária atualização curricular.




Anfiteatro Wladimir Anversa

   Local nobre da Instituição, o Anfiteatro Wladimir Anversa abriga os principais eventos da instituição, como aberturas de congressos, simpósios, encontros, eventos temáticos e recepção aos calouros entre outros. Com capacidade para mais de 300 lugares, está equipado com recursos multimídia e informática.


Quadra Poliesportiva
 

Sala de Estudos
 

A quadra poliesportiva e a sala de ginástica com área de 1.317m2 são usadas por alunos, professores e funcionários.

   

   Além dos cursos de graduação, a FATEC-SP oferece programas de pós-graduação lato sensu e de atualização tecnológica; realiza ainda diversos eventos para difusão de tecnologia. Para dar suporte a suas atividades, a FATEC-SP ocupa uma área construída de 34000 metros quadrados, com instalações modernas de salas de aula equipadas com recursos multimídia, 46 laboratórios e oficinas, um centro de pesquisa conectado à internet e uma biblioteca com 40000 exemplares de livros e revistas especializadas. Além disso, conta com um amplo anfiteatro, quatro auditórios, um ginásio de esportes e uma grande área para feiras e exposições.

    O corpo discente tem participação direta em projetos tecnológicos institucionais por meio do Programa de Iniciação Científica, administrado pela Coordenadoria de Pesquisas Científicas e Tecnológicas (CPCT), contando com cota própria e exclusiva de bolsas do PIBIC / CNPq.

   O alto padrão de qualidade dos laboratórios da Faculdade possibilita a realização de ensaios certificados e a formação de mão-de-obra especializada. O corpo docente é formado de especialistas nas diversas áreas dos cursos, contando com mestres e doutores engajados em atividades didáticas, projetos de pesquisa e de extensão de serviços.


Praça Coronel Fernando Prestes, 30 - Bom Retiro - São Paulo-SP - CEP 01124-060 - Fone: (11) 3322-2200