FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO

DTI - FATEC-SP

Departamento de Tecnologia da Informação

ACADÊMICO/CURSO ADS

.:BIBLIOTECA:.
ANáLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

Alterações Curriculares do Curso de ADS

As alterações curriculares para o Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas aprovado para 2013 consideram: a atualização e adequação da redação do projeto no novo formato da instituição, adequação de nome de disciplinas e redação de ementas, alteração do momento em que são oferecidas entre os semestres, ampliação de carga horária de disciplinas profissionalizantes e mudança na obrigatoriedade de realização de algumas disciplinas levando outras a serem oferecidas como eletivas.

As alterações são discretas, mas privilegiam as cadeiras profissionalizantes relacionadas ao processo de desenvolvimento de software que estão em conformidade com o catálogo de cursos de Tecnologia do MEC e as Diretrizes para o Enade 2008 e 2011 dos cursos de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas no que diz respeito ao perfil profissional, área de atuação e competências a serem desenvolvidas nos cursos de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Neste projeto as disciplinas da área de Engenharia de Software passam a ser desenvolvidas em uma única sequência de forma a construir o conhecimento a partir das noções básicas acerca dos modelos de processos de desenvolvimento de software até as práticas em laboratório onde será possível aplicar todas as competências e habilidades desenvolvidas durante as três disciplinas da área (Engenharia de Software I, II e II), agora obrigatórias. Ainda dentro da premissa de fortalecer a formação profissional, a carga horária da disciplina de Gestão de Projetos foi ampliada e Seminários em Informática foi reintroduzida.

Com estas alterações, as disciplinas de escolha (Auditoria de Sistemas, Inteligência Artificial, Laboratório de Banco de Dados, Laboratório de Redes, Projeto de Redes de Computadores, Sistemas Operacionais de Redes de Computadores, Sistemas Distribuídos e Tópicos Especiais em Informática), que eram oferecidas em cinco momentos distintos junto com Engenharia de Software III e Laboratório de Engenharia de Software, foram redistribuídas em quatro momentos distintos, e o conteúdo da disciplina de Cálculo II passa a ser oferecida junto com o conjunto das disciplinas eletivas com um enfoque voltado para métodos quantitativos e aplicações.

Considerando o enorme uso da língua inglesa na área de Tecnologia da Informação (onde se encontra a análise e desenvolvimento de sistemas) e todas as oportunidades profissionais que surgem a partir do conhecimento deste idioma, o projeto prevê a possibilidade dos alunos cursarem não somente duas disciplinas básicas de inglês, mas um programa completo de maneira extracurricular dentro do Núcleo de Línguas Estrangeiras criado recentemente na FATEC-SP. Tal iniciativa oferece maior flexibilidade à formação do aluno considerando tanto aqueles que não têm nenhum conhecimento quanto aqueles que já o têm e não precisam cursa-lo novamente. Além disto, abre espaço para a ampliação da carga horária de disciplinas profissionalizantes.

As disciplinas que sofrem adequação de nome foram as seguintes: “Humanidades para Sistemas de Informação” passa a chamar “Sociedade e Tecnologia”, “Montagem e Configuração de Hardware” passa a chamar “Laboratório de Hardware”, “Ambientes Operacionais” passa a chamar “Laboratório de Organização e Arquitetura de Computadores”, “Fundamentos de Redes” passa a chamar “Redes de Computadores” e “Relações Humanas” passa a chamar “Gestão de Equipes”. A disciplina “Cálculo I” passa a chamar “Matemática” e a disciplina “Cálculo II” passa a chamar “Métodos Quantitativos e Aplicações”. As ementas destas disciplinas sofreram alterações mínimas mais relacionadas à redação do que propriamente ao conteúdo. Por último, as disciplinas “Português Instrumental I e II” deram origem a uma única disciplina denominada “Comunicação e Expressão”.

Além das disciplinas atualmente oferecidas como eletivas foram incluídas novas disciplinas que refletem também a atualização tecnológica.

A modificação nos nomes e acertos em ementas das disciplinas provém de esforço dos professores do colegiado do departamento em conjunto com professores das demais unidades que oferecem o curso, visando constante atualização e modernização a favor da formação profissional e vão ao encontro das sugestões apresentadas no último reconhecimento de curso.

Vale ressaltar que nenhum componente curricular foi retirado do projeto pedagógico e, por isso, é possível que alunos que ingressarem futuramente no curso façam escolha por disciplinas eletivas e atividades extracurriculares que os permitam cumprir o mesmo conjunto de disciplinas oferecidas atualmente. Entretanto, a sua realização se dará com um maior foco profissionalizante, a partir de um novo formato mais flexível e melhor sequenciado, fruto da experiência dos docentes na atual estrutura curricular.


Voltar